CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

25 maio 2008

METAMORFOSE

Repara: - a imóvel crisálida
Já se agitou, inquieta,
Cedo, rasgando a mortalha,
Ressurgirá borboleta.

Que misteriosa influência
A metamorfose opera!
Um raio de sol, um sopro
Ao passar, a vida gera.

Assim minha alma, inda ontem
crisálida entorpecida,
Já hoje treme, e amanhã
Voará cheia de vida.

Tu olhaste - e do letargo
Mago influxo me desperta:
Surjo ao amor, surjo à vida
A luz de uma aurora incerta.

Júlio Dinis, Poesias

Foi o Vih que me mandou!!!!

Amo-te

19 maio 2008

Músicas

Músicas não são apenas melodias associadas a letras.

São muito mais que isso...
Músicas são para serem apreciadas, entendidas, vivenciadas.

Músicas me lembram o passado,
Me fazem pensar no presente e sonhar com o futuro.

Lembrar...

Lembrar pessoas que apreciam determinada música ou banda, que se parecem com aquela que você ouviu, que esteve presente ouvindo com você aquela música, ou até mesmo que dançou contigo um dia!
Lembrar fases da vida, momentos vivenciados, sentimentos, épocas... Reviver momentos, renascer sentimentos: SAUDADE, TRISTEZA, ALEGRIA (e tantos outros mais).


Saudades de pessoas, de momentos, de cheiros, de sabores, de sorrisos e até de lágrimas.
Alegria em viver, em ter vivido, em relembrar.
Músicas iniciam novas fases da vida!
E penso em minhas atitudes, em o que deveria ter feito, que deveria ter aproveitado mais, me entregado mais, escutado mais o coração, acatado menos, por sinal me lembro de Epifáfio-Titãs.

Músicas me fazem desejar viver novamente, ver novamente, desejar que as coisas fossem com antes, que mudem ou que melhorem.

Músicas são
MÚSICAS.

Ouçam...

16 maio 2008

Também tenho saudades!

13 maio 2008


E vejo flores em você!
E vejo flores em tudo,
E vivo à procura de flores!

11 maio 2008


O TEU AFETO ME AFETOU, É FATO!

"Livre em meu casulo"

"Paciência é uma virtude", disse meu pai um dia: -Aprenda isso!

Não sei se aprendi... paciência não é uma das minhas qualidades!

O que acontece é que o tempo passou, e depois de pouco mais de quatro longos meses me senti completamente livre...
Os motivos não devem ser declarados, mas o que importa é que mesmo dentro da minha crisálida, dentro do meu casulo nessa fase de crescimento me senti livre! totalmente desprendida do passado...

Desprendida... e livre para ser quem eu realmente sou, e fazer que eu bem quisesse, sem nenhum peso na consiência!
Mas agora as coisas são diferentes!

Não tenho pena de ninguém...
Eu quero é mais ser feliz!

As portas estão abertas, e o coração também!


E a metamorfose continua... Mto tenho aprendido!!!

08 maio 2008

Memória...

Minha memória é fraca como o descartável
efêmera como as obras em gelo
volátil como discos flexíveissão como as memorias em flash,
que não são memorias, são apenas vagas lembranças.
Mas guardo o
quando senti prazer e de quando senti medo
desde minhas conquistas impossíveis passando por minhas perdas..."

TOM COYOTE...


E dizem que minha memória é de uma semana!

Eu sinto que sei que sou tanto bem maior!!!

04 maio 2008


E no decorrer dessa longa transformação, me permiti sair da crisálida para aproveitar o que o resto do mundo tem a me oferecer...
Deixar o casulo por um momento e estar aberta... às pessoas, às novidades, às musicas, aos lugares... ate à tequila, arguile e forró!!!!!

Experiências diferentes com pessoas que apesar de diferentes possuem os mesmos gostos e idéias que eu, de um certo modo me fortaleceram e me deram auxilio para esse processo de crescimento e amadurecimento pelo qual estou vivendo.

(ótimo saber que borboletas como eu não estão em extinção)

Lindo o pôr do sol!!!

Lindo o Teatro Mágico...

Lindo!!!!

E a METAMORFOSE continua...

01 maio 2008

Da Lagarta à Borboleta



Durante a fase de crisálida, a lagarta é lentamente transformada em borboleta. Quando a transformação está completa, a crisálida se abre e a borboleta sai de seu interior. Quando suas asas ficam esticadas e secas, a borboleta estará pronta para voar.Uma crisálida (latim: chrysaliis, do grego χρυσαλλίς = chrysallís, plural: crisálidas), é o estágio de pupa de insetos da ordem lepidoptera. O termo é derivado da coloração metálico-dourada encontrada nas pupas de muitas borboletas (grego: χρυσός (chrysós) significa ouro).O estágio de crisálida em muitas borboletas e o único aonde elas pouco se movem ou não o fazem. Entretanto, muitas pupas de borboletas são capazes de mover seus segmentos abdominais para produzir sons que possam afugentar potenciais predadores. Dentro das crisálidas ocorre o processo de crescimento e diferenciação sexual. As borboletas adultas emergem destas e expandem suas asas para bombear sangue pelas veias. Esta rápida e brusca mudança é chamada METAMORFOSE